A estrutura ideal para construção de estufas e jardins

Quando falamos em estruturas ideais é preciso entender que cada ponto que iremos abordar aqui podem e devem ser adaptados para o objetivo que você pretende atingir com o seu jardim. Assim, não existem regras, porém alguns códigos de conduta que, se seguidos, podem deixar o seu jardim mais bonito e produtivo.

Por esse motivo, durante este artigo iremos abordar desde os tipos de estufas que podem ser elaboradas até a criação da estrutura de jardins. Então, para se manter informado fique atento no artigo até o final!

Estufas: São um bom investimento?

As plantas, frutas e hortaliças necessitam de temperaturas diferentes em épocas do ano e, em alguns casos, necessitam dessa troca de ambiente até diariamente.

Para realizar esse controle de temperatura as estufas são a opção mais adequada. Confira a seguir dois tipos de estufas mais comuns:

1. Estufa hidropônica

A estufa hidropônica tem como principal foco a preparação do ambiente para que o plantio daquela estufa receba o calor e umidade necessária para que elas se desenvolvam corretamente.

O cultivo de hidropônicas tem se dissuadido muito no Brasil, tomando conta da maior parte da produção de hortaliças.

Isso acontece porque a produção consegue atingir larga escala pois o cultivo não é mais feito diretamente na terra, mas as plantas são inseridas com a raiz diretamente na água.

Assim, todos os nutrientes que estariam presentes na terra, como adubos e outros aditivos, são inseridos e dissolvidos nessa água para a raiz realizar a absorção de uma forma natural.

2. Estufa para horta

A estufa para horta possui diversas funções, principalmente porque hortas precisam ter o seu processo de florescimento acelerado e, em muitos casos, demasiado sol pode estragar toda uma colheita.

Dentre muitas das vantagens, podemos destacar:

  • Permitir a colheita fora de época;

  • Proteger a plantação de infestação de pragas;

  • Impedir os ventos fortes de entrar e prejudicar o plantio;

  • Controlar a entrada de luz.

Normalmente existem dois materiais em que as estufas são produzidas. O vidro é um material que permite a entrada da maior parte dos raios solares e o material sintético já é mais aconselhável por barrar a entrada dos raios UV.

No entanto, a escolha do material mais adequado dependerá muito de qual o objetivo do plantio. Sendo assim chegamos a conclusão de que as hortas são um ótimo investimento desde que bem planejadas.

O uso da grama em jardins

Muitas pessoas que possuem jardins procuram algum produtor de grama para entender qual o tipo desse material que melhor irá se adequar para o seu jardim.

A função da grama é variada mas, especificamente, ela ajuda a manter uma estética agradável e mais natural ao ambiente do jardim.

Existem muitos tipos de gramas, mas vamos abordar aqui o modelo mais indicado para jardins residenciais e até para decoração de alguns ambientes industriais.

A maior dúvida sobre a grama esmeralda é: “Grama esmeralda onde comprar?”

A resposta é muito simples, esse tipo de material pode ser adquirido em praticamente qualquer loja especializada, afinal ela é o tipo de grama mais comum no mercado.

Isso se deve a duas características principais desse material: fácil aplicação e resistência a tráfego de pessoas.

Esses dois benefícios fazem desse tipo de grama o material perfeito para aplicação em jardins residenciais, principalmente os de grande veiculação de pessoas.

Jardim vertical: Um modelo bonito e eficiente

O jardim, como o próprio nome sugere é vertical, fazendo uma parede de flores e plantas que são excelentes na decoração de qualquer ambiente. Mas, para isso, a estrutura para jardim vertical deve ser resistente e com materiais que ornem com o tipo de plantas que serão fixadas.

Essa estrutura pode ser composta de diversos materiais, porém os preferidos são a madeira e as estruturas metálicas, por serem materiais que tem mais destaque junto a plantas e as outras decorações no jardim.

O tipo de material para jardim vertical também pode ser muito diversificado, normalmente as pessoas optam por aplicar aspargo-pluma, barba-de-serpente, brilhantina, colar-de-pérolas e algumas outras plantas com a parte estética em destaque.

Como vimos durante este artigo existem muitas formas para editar o seu jardim. Por esse motivo pode ser um pouco difícil escolher entre tantas opções.

No entanto, com as dicas abordadas neste artigo isso se tornará mais fácil, desde a escolha da estufa, da grama e também para montar o seu jardim vertical que ficará muito bonito no seu jardim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *