A importância da consciência ambiental na construção

A entrega bem-sucedida de um projeto de construção depende dos requisitos de sustentabilidade definidos em um contrato de construção. Depende também da natureza e eficiência da gestão ambiental de uma organização.

As especificações do projeto geralmente definem os requisitos e padrões de sustentabilidade e fazem parte do contrato entre um cliente e um contratado.

A possibilidade de um contrato não ser cumprido ressalta a importância de tais requisitos e padrões, e a estrutura de gestão ambiental aderida em qualquer projeto de construção.

As especificações técnicas podem incluir referência não apenas aos meios de validação de produtos e materiais sustentáveis, mas também aos meios de validação da execução, conclusão satisfatória e mão de obra de construções sustentáveis,

As empresas de construção do mundo todo podem ajudar a atender seus requisitos legais de gerenciamento ambiental, critérios de certificação e padrões por meio de inovação digital.

A eficiência do seu Sistema de Gestão Ambiental deve, ainda, ser certificada. Um Sistema de Gestão Ambiental refere-se ao gerenciamento, planejamento e documentação de uma organização, demonstrando suas preocupações ambientais.

É um sistema e banco de dados que integra procedimentos e processos para:

O gerenciamento de resíduos é parte integrante disso durante todo o ciclo de vida do projeto.

No entanto, existem barreiras para o sucesso da implementação de um eficiente sistema digital de gerenciamento de resíduos.

Esses obstáculos precisam ser superados por todas as organizações envolvidas na obtenção de certificação e/ou cumprimento de padrões ambientais para projetos de construção: sejam eles clientes, contratados, subcontratados, arquitetos, engenheiros ou outros consultores.

O gerenciamento de resíduos inclui desde uma estação de tratamento de efluentes ETE até o destino final dos resíduos sólidos da construção.

Desafios na obtenção de uma gestão ambiental eficiente na construção

Os desafios enfrentados por aqueles que buscam a implementação bem-sucedida de qualquer sistema de gestão ambiental estão intimamente relacionados aos processos de gerenciamento de construção.

Existem fatores humanos, físicos e aqueles relacionados ao projeto.

Fatores humanos:

  • Poucos empreiteiros estão “projetando o desperdício” de seus processos de gestão;
  • As organizações têm diferentes visões de sustentabilidade, valores, processos e práticas;
  • Pequenas e médias empresas não têm muitos recursos;
  • Muitas empresas de construção tem pessoal terceirizado;
  • As forças de trabalho tendem a ser transitórias.

Fatores físicos e fatores relacionados ao projeto:

  • Os locais da obra e o clima podem variar;
  • Determinados processos podem ser impraticáveis ​​em certas condições e locais;
  • Projetos de construção são únicos, sujeitos a alterações e atrasos;
  • Os volumes de trabalho variam;
  • Há necessidade de flexibilidade nos processos.

Gestão ambiental

Ao se esforçar para atender à necessidade de uma gestão ambiental eficiente e de “desperdício zero” na construção, é fácil ver que gerenciar efetivamente o meio ambiente na construção é um desafio.

Há uma necessidade real de um plano de aproveitamento econômico e soluções eficientes, flexíveis, colaborativas, fáceis de usar e econômicas no setor.

Em primeiro lugar, as partes interessadas na construção civil, incluindo empreiteiros, podem buscar certificação do sistema de gestão ambiental, como a Organização Internacional de Padronização (ISO) 14001.

A certificação de gestão ambiental tem os seguintes benefícios:

  • Proporciona entrega mais sustentável de produtos e serviços;
  • Aprimora o controle de custos por meio de processos sustentáveis ​​sem papel;
  • Reduz o número de incidentes;
  • Melhora a identificação e controle para reduzir o risco;
  • Melhora a formação, desenvolvimento e comunicação de funcionários;
  • Fornece evidência de compromisso com os padrões de sustentabilidade;
  • Cumprimento da legislação e regulamentos;
  • Melhora o desempenho ambiental usando de recursos eficientemente e reduzindo resíduos;
  • Maior taxa de sucesso ao implementar mudanças de processo.

Em segundo lugar, as partes interessadas na construção, como os contratados, podem buscar aderir aos padrões de sustentabilidade, como os padrões da ISO 14001. Eles também precisam cumprir as regulamentações de resíduos.

Nesse sentido, a conformidade da engenharia ambiental de uma construção significa estar em conformidade com as leis, regulamentos, normas e outros requisitos ambientais, tais como permissões inerentes do campo de obra.

As preocupações ambientais levaram recentemente a um aumento significativo no número e no escopo das necessidades de conformidade em ambientes regulatórios em todo o mundo.

As preocupações ambientais e as atividades de conformidade estão cada vez mais alinhadas com as metas de desempenho corporativo e são integradas nos fluxos de trabalho e processos diários para evitar conflitos, sobreposições e lacunas de produtividade.

Enfim, em todo o mundo, pode ser visto que o gerenciamento de resíduos é uma prioridade. Pense nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *