Como reformar sua casa pagando menos

Quando acontece uma reforma, costumeiramente, ela interfere na maioria dos ambientes da casa. Até mesmo os equipamentos que não esperavam ser movidos, são.

Assim, a reforma acaba se tornando uma grande manutenção da casa, que passa pelo conserto de ar condicionado de janela até a troca de revestimentos.

Mas o que devemos notar é que, em uma reforma, é necessário um orçamento que dê para finalizar aquilo que foi proposto, e nem sempre isso é possível. Sabendo disso, é preciso saber como se pode economizar de forma efetiva em uma obra. Nesse artigo você lerá dicas que vão te ajudar a conseguir isso.

Como economizar na reforma da residência?

Uma reforma demanda um certo tempo para ser concluída, dependendo do que for feito. A troca de telha sanduiche demora mais que a troca de um revestimento interno, por exemplo, e assim por diante.

Mas para que o tempo seja otimizado e tudo seja feito dentro do orçamento, é preciso seguir alguns princípios como:

1. Tenha um planejamento na sua reforma

Não se começa uma reforma do nada, o primeiro passo para que tudo ocorra bem é ter planejamento e organização. Esses dois princípios básicos são o guia da obra e sem eles tudo pode desandar.

A primeira coisa a se fazer, quando se trata de planejamento de obras, é ver quais cômodos vão ser reformados, se vai haver quebra de paredes, se vai haver pintura residencial externa, pesquisar os materiais e também mão de obra.

Com tudo isso em mãos, você consegue definir uma prévia de quanto irá gastar.

2. Tenha uma reserva de emergência

É comum que as pessoas comprem os materiais como calhas e rufos, tintas, equipamentos e outros tipos parcelados, e é uma boa opção.

Entretanto, é necessário ter um fundo de reserva para que se cubram gastos imprevisíveis que acontecem durante a obra. Sempre que der, compre os materiais à vista, pois há bons descontos em lojas de material de construção.

3. Tenha profissionais na sua reforma

Pode parecer supérflua a contratação de profissionais além de pedreiros, porém, quando se trata de reforma, a presença de um arquiteto se torna fundamental e pode representar grande economia.

Isso porque esses profissionais conseguem indicar o melhor tipo de material e onde conseguir os melhores preços.

Eles também ajudam na definição da estrutura e da composição do ambiente, o que pode evitar alguns arrependimentos no futuro, como uma parede levantada no lugar errado ou então um móvel que não ficou harmonioso no ambiente.

4. Cuidado com os preços muito baratos

Geralmente, para querer economizar, optamos pela compra do material mais barato, e às vezes escolhemos materiais muito caros, mas que não são de qualidade.

Ou seja, é algo bem difícil, porque nem sempre preço alto é qualidade. Porém, é necessário entendermos que uma peça muito mais barata em relação à concorrente mais forte pode não ter a mesma qualidade.

Por isso, aconselha-se usar materiais e equipamentos de marcas conhecidas ou que tenham um preço não muito discrepante da marca mais famosa.

Um exemplo disso é a compra de sombreadores para garagem. Há sombreadores referência que tem um preço um pouco elevado em razão da qualidade do material. E há outros que o preço é muito mais abaixo, mas a qualidade da cor da manta deixa um pouco a desejar.

Por isso, pesquise as marcas e converse com o balconista da loja de materiais de construção, que provavelmente o indicará o melhor material e com os melhores preços.

5. Aluguel de equipamentos

Às vezes, é necessário que a obra tenha alguns equipamentos e adquiri-los pode sair caro, por isso que a locação de equipamentos se torna importante.

Um dos principais equipamentos alugados para reformas residenciais é o aluguel de andaimes sorocaba, que permite o trabalho em alturas de forma eficiente.

Atenção à mão de obra

Todos os pontos que citamos são de extrema importância, mas uma reforma não seria nada do tipo se não houvesse mão de obra. A mão de obra inclui pedreiros e outros profissionais como encanadores e eletricistas.

É necessário contratar profissionais qualificados e com referência e que possuam uma índole profissional idônea. Contratar uma boa mão de obra permite:

  • Uma construção otimizada;
  • Diminuição de custos;
  • Confiabilidade;
  • Segurança.

Assim, todos os procedimentos mencionados permitirão que você tenha uma visão diferenciada do que é uma reforma, que deve ser bem planejada e pensada cautelosamente em cada uma de suas etapas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *