Dicas para uma pintura de qualidade

Cada ambiente pede por uma tinta diferente, para que se tenha uma pintura de qualidade. Por exemplo, a tinta látex PVA é mais recomendada para a área interna de construção.

Pois, é mais frágil e se danifica com água ou umidade. Escolher essa tinta para pintar a parte externa da casa seria um erro grave, dentro de poucos meses a necessidade de pintar o local novamente surgiria.

Para a área externa, o mais recomendado é se valer de uma tinta acrílica, que possui alta resistência à água.

Da mesma forma, pode-se escolher por uma tinta super lavável ou por uma tinta epóxi, cujo uso em empresas ou locais públicos, como o metrô, é amplo.

O que é tinta epóxi?

O uso da pntura epóxi é muito popular no ambiente corporativo ou em indústrias, mas seu uso residencial também é possível. O que torna essa tinta diferente das outras? As principais propriedades são:

  • Impermeabilidade;
  • Hidrofobia;
  • Resistência a oscilações de temperatura;
  • Resistência a produtos químicos;
  • Resistência à umidade;
  • Resistência à abrasão;
  • Durabilidade;
  • Fácil manutenção.

Somado a isso, a aparência brilhosa da tinta torna seu reconhecimento facilitado. Todas essas propriedades positivas, são conseguidas graças a uma resina chamada de poliepóxido.

Formada por um plástico termofixo, em contato com um catalisador que o endurece. A pintura epoxi parede em indústrias é perfeita.

Pois há movimentação de cargas pesadas, pode haver presença de produtos químicos, oscilação de temperatura, tanto para mais quanto para menos e situações de risco, que tornam essencial o fato dessa tinta não ser inflamável.

O fato de ser uma tinta hidrofóbica facilita muito a manutenção do lugar no qual é utilizada, sobretudo se ela for usada tanto no chão quanto nas paredes.

Não é preciso utilizar nenhum produto especial, apenas água e sabão e a limpeza ocorre em um tempo muito reduzido. Assim, a tinta permanece em perfeito estado por um tempo impressionante.

Para quem procura por revestimento de pisos ou paredes que seja prático, durável e resistente, há a possibilidade de usar um revestimento de epóxi.

Esse material dispensa o uso de rejuntes e é completamente nivelado, possuindo as mesmas vantagens da tinta, mas maximizadas.

Se você conta com madeira na decoração, seja nos portões, nas portas, revestimentos de paredes, decks, enfim, seja onde for, uma ótima opção é utilizar o osmocolor preço baixo.

O produto é conhecido por proteger a madeira contra danos, sendo uma espécie de verniz. Ele evita a formação de fungos e possui alta resistência aos intempéries, que poderiam prejudicar a madeira.

O produto pode conter filtros solares, oferecendo à madeira proteção contra o Sol. Assim, é perfeito para a madeira usada na área externa da casa, constantemente exposta aos raios UV.

Como retirar a tinta da parede?

No entanto, a incrível aderência da tinta epóxi pode se tornar um problema na hora em que se precisa remover a tinta da parede.

Como fazer isso? Utilizar um removedor de tinta de parede é o modo mais fácil e rápido de se realizar essa tarefa. No entanto, depende muito do material da parede em questão.

No caso do concreto, por exemplo, apenas o uso do removedor não vai bastar, é preciso utilizar a técnica de remoção mecânica.

A remoção mecânica só pode ser feita por profissionais, porque envolve jateamento de areia (um jato de alta pressão com areia) ou lixadeira de disco (uma lixa ligada a um disco giratório, muito potente).

Em outras superfícies, o processo é mais simples. Encontrar um removedor de tinta preço acessível não é difícil, mas é preciso que se tome cuidado ao decidir usar o produto.

A maior parte dessas substâncias químicas é, de alguma forma, tóxica. Recomenda-se que se faça uso de luvas de proteção e que as janelas e portas fiquem abertas durante o serviço.

Geralmente, aplica-se o removedor sobre a tinta a ser removida e se espera o tempo necessário para que ele aja, retirando-o, ao final, com a ajuda de um raspador.

Esse último passo requer muita atenção, pois pode acabar prejudicando a superfície, sobretudo se for vidro.

O removedor de tinta pastoso é perfeito, para quando se deseja remover a tinta de um portão, pois funciona muito bem em metais.

Ferro, aço, alumínio, todo tipo de metal pode ter a tinta retirada com facilidade, caso esse produto seja corretamente usado.

A vantagem é que a consistência é gelatinosa, com alta viscosidade, o que significa que não escorre, é perfeito para trabalhos verticais, como os portões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *