Empresas de construção civil e os serviços utilizados

Uma empresa de construção civil é responsável por projetar, gerenciar e executar qualquer tipo de obra, desde construções mais simples até as mais complexas.

Uma empresa de engenharia possui profissionais capacitados para construir casas, prédios, pontes, viadutos, barragens, usinas, portos, entre outras obras., sendo responsável por fazer desde a análise do solo, estudos sobre a ventilação do local até a definição dos tipos de fundação que serão utilizados.

Os engenheiros civis especificam todos os detalhes da construção no projeto, indicando em quais locais irão ser instaladas as redes hidráulicas e elétricas, a instalação da rede de saneamento da edificação, se há a necessidade de drenagem do solo, além de listar todos os materiais que vão ser usados, em todas as etapas do projeto.

Além disso, cabe ao profissional da engenharia civil fazer o supervisionamentos dos prazos, custos e padrões que envolvem a qualidade e segurança daquela obra.

Para que a estabilidade da construção seja garantida, os engenheiros calculam e estudam diversos efeitos de ventos, chuvas e mudanças de temperatura que podem causar impactos e afetar a resistência dos materiais usados na obra.

O primeiro aspecto que os engenheiros civis devem avaliar no local da obra é o levantamento topográfico, pois é a partir dele que é possível determinar o estado do solo em que a edificação será construída, para que sua base seja feita da forma correta e forte o bastante para a sustentação do imóvel.

O levantamento topográfico indica a localização e faz o mapeamento de todas as características da superfície de um terreno, além de medir e mostrar o formato, a configuração, alívio e outras características tridimensionais que podem ser aplicadas ao solo para criar contornos.

Além disso, os levantamentos topográficos fazem o detalhamento dos objetos naturais do local, como árvores e rochas, como também as características artificiais, como edifícios, muros de contenção, ruas, calçadas, entre outros.

O levantamento resulta em um mapa que também tem informações das linhas de limites exatos, que são necessários para eventuais contratempos. A topografia pode ser realizada por um drone profissional.

Para que serve o levantamento topográfico

O mapa topográfico é de suma importância para que todo o restante da obra seja feito com segurança, sem erros, custos extras ou desastres.

Por meio da pesquisa topográfica é possível estipular o orçamento de cada etapa da obra de forma mais assertiva.

Algumas obras possuem a obrigatoriedade de apresentar a algum órgão governamental responsável o levantamento topográfico.

Dentre essas obras, estão:

  • Construção de novas casas;
  • Remodelações consideráveis;
  • Calçadas;
  • Melhorias rodoviárias;
  • Pontes;
  • Sistemas sépticos;
  • Construções de barragens.

Além de tudo que já foi citado acima, o levantamento topográfico também serve como forma de determinar as condições existentes, identificando a existência de eventuais problemas com o terreno – seja uma construção ou área natural.

Ele também indica os retrocessos de limites ou os recursos existentes da natureza para que seja feita uma nova construção.

Ele é um instrumento de trabalho muito importante para os engenheiros e arquitetos terem todas as informações necessárias para a criação de projetos de forma correta. Por fim, ele também mostra como podem ser construídos novos recursos, estruturas de construção, pontes, etc.

Dessa forma, pode-se recorrer às estruturas de contenção ou outras ferramentas de aporte às construções,

A cortina atirantada esta entre esses itens e é muito usada para conter os esforços de empuxos do solo, evitando o desabamento de encostas.

Dessa maneira, o levantamento topografico se torna útil, posteriormente, também para os proprietários de residências, empresas, governos e construtores. Ele é um documento muito importante para que qualquer obra seja iniciada.

Quais equipamentos são utilizados para fazer o levantamento topográfico

Os levantamentos topográficos podem ser feitos por meio de três métodos principais, ou ainda uma combinação entre eles, já que cada um possui as suas especificidades, tendo uma força diferente.

A topografia com drone, ou topografia aérea, é muito usada para indicar os contornos da superfície de grandes áreas, mas não é apta para fazer o mapeamento de recursos.

Já a topografia por gps é suficiente para mapear de forma rápida as áreas abertas que não são tão amplas, não havendo a necessidade de usar métodos aéreos.

Enquanto isso, a topografia por estações totais é aquela que possui uma equipe in loco para mapear especificamente cada recurso. Esse último tipo é muito usado quando há muita mata que impede que outras tecnologias consigam fazer esse mapeamento ou ainda quando é necessário um nível de precisão mais alto.

O que mais influencia no preço de uma pesquisa topográfica são: a forma, relevo e tamanho da propriedade, além da quantidade de árvores e a precisão que é necessária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *