Formas de revestir o imóvel com qualidade e eficiência

Seja na hora de construir ou reformar é importante ter a preocupação com o revestimento que vai ser usado. Existem diferentes tipos de produtos e materiais, cada um com sua aplicação específica, mas todos tem o objetivo em comum de proteger e evitar danos ao patrimônio.

Neste sentido, segue uma lista das maneiras mais práticas para conseguir um trabalho eficiente.

Para começar, a empresa contratada para executar o serviço deve ser especializada, possuir experiência e atuar com foco no bem-estar do cliente. Além disso, ter um quadro de funcionários treinados e aptos para desenvolver com excelência qualquer tarefa a que for designado.

No mais, quando a questão da empresa estiver solucionada, o cliente pode ter certeza que a matéria-prima usada é de qualidade, então já se pode partir para o próximo passo.

Entender quais são as suas necessidades e qual o resultado que se deseja alcançar é uma etapa importante, pois desta forma é possível definir qual a melhor opção para cada situação. Mas antes de escolher, deve-se conhecer quais escolhas o mercado te oferece.

Revestimentos mais comuns do mercado

A infiltração é algo que aflige as pessoas, se o trabalho não for feito direito esse é um contratempo que pode gerar muitos transtornos para os proprietários das casas, mas a boa notícia é que ele pode ser evitado de forma simples e no próprio ato da construção, diminuindo riscos futuros.

Mas para isso, é necessário aplicar uma chapa de aço e o telhado galvanizado, ambos são bastante satisfatórios.

O rufo em chapa de aço galvanizado é uma peça que evita o contato da água com o edifício, ela é instalada em pontos estratégicos da obra, sendo que existe o rufo de encosto que fica na parte em que a alvenaria se encontra com o telhado, e o rufo de capa que é colocado sobre o telhado, tudo para preservando a vida útil do edifício, ele é muito procurado por empresas atuantes na construção.

Em relação às telhas galvanizadas, estas já apresentam revestimento térmico e acústico, são feitas com ligas de alumínio e, por isso, são altamente resistentes a abrasão e corrosão, tornando assim sua durabilidade bem maior em comparação com outros tipos de telhas, além de ser bem mais leve que as demais telhas.

Além disso, os dois produtos apresentam características semelhantes, são elas:

  • Aplicação ágil e fácil;
  • Feito a partir de um molde específico para cada projeto;
  • Maior tempo de uso;
  • Dispensa manutenções constantes;
  • Ótima relação custo-benefício.

Quando o problema for nas paredes e pisos, como resolver?

Esta é uma questão presente não só em prédios e casas, mas também nos comércios, shoppings, restaurantes, supermercados, indústrias e afins.

O revestimento de paredes e pisos é fundamental para evitar contato com a água gerando infiltrações e demais problemas, afinal de contas, estes lugares necessitam de cuidado constante para preservar o local e levar segurança para os frequentadores, neste caso a pintura epóxi é a ideal.

Além do alto índice de impermeabilidade, resistência e durabilidade, a beleza e acabamento impecável também pode ser obtidos ao final do processo de revestimento, mas isso só pode ser obtido se o produto for escolhido e aplicado de forma correta, seguindo as instruções indicadas para cada ambiente.

A tinta epoxi é usada em parede, piso, cerâmicas e muito mais, aliando a utilidade com a estética ela pode apresentar um resultado excelente.

Um ambiente que não pode ser esquecido também e precisa de atenção é o externo, pois está exposto a eventos da natureza como a chuva e pode acabar sendo danificado.

Para evitar isso, existe uma solução simples e econômica, a colocação de piso antiderrapante é ideal para quintais, decks e até mesmo piscinas, já que não permite infiltração e ainda garante que as pessoas não escorreguem no local molhado.

Pensando ainda na parte de fora das edificações, algumas ferramentas podem ser usadas para dar um acabamento elegante e sofisticado nos locais.

As formas para artefatos de cimento podem ser moldes para os próprios pisos, lajotas que servem para revestir o chão e a parede de maneira prática, com maior impacto e resistência, em especial locais com grande circulação.

Além do mais, essas formas servem para criar novas peças para compor a decoração de ambientes externos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *