Itens que todo condomínio residencial deveria ter

Praticidade, segurança e áreas de lazer privadas. Estes são alguns dos fatores que motivam cada vez mais pessoas a trocar uma casa regular de rua por uma em um condomínio fechado.

Ou, até mesmo, por um apartamento. Porém, tais locais só oferecem todos estes benefícios a seus moradores, quando seus projetos são bem feitos e administrados.

Isso significa que é muito importante não abrir mão de certos detalhes, que melhoram tanto a segurança, quanto o conforto do condomínio. Alguns deles são:

  • Portaria, seja remota ou instalada no local;
  • Áreas comuns atrativas;
  • Vagas de garagem espaçosas;
  • Interfones para a comunicação entre os condôminos.

Acontece que elementos como estes já caíram no senso comum: é muito difícil que um condomínio seja inaugurado sem eles.

E, para satisfazer os condôminos, é muito importante ir além do básico. Confira, a seguir, alguns outros itens que também devem estar no projeto:

Telas para quadra polieseportiva

Com a tendência dos condomínios-clube, é muito difícil que um empreendimento seja inaugurado, sem contar com estruturas como playground e quadra poliesportiva.

Eles são muito úteis para manter crianças entretidas com segurança, proporcionando mais tranquilidade aos pais. Contudo, é preciso pensar em medidas de segurança para tais espaços, para o benefício de todos.

Uma delas, é a instalação de uma tela de nylon para quadra. Apesar de simples, ela evita um dos problemas mais comuns nestes locais: a saída da bola.

Que pode quebrar uma janela, um equipamento ou, em alguns casos, ferir alguém. Ela deve ter instalada na parte superior da quadra e, caso não haja cercamento, também nas laterais.

Elevadores apropriados às necessidades do local

Atualmente, é praticamente impossível encontrar um edifício residencial que não tenha elevadores. Afinal, com os prédios cada vez mais altos, acessar as unidades dos últimos pavimentos usando apenas a escada, é um verdadeiro suplício.

Porém, não é só isso: tais equipamentos também são necessários para atender à legislação de acessibilidade. Tanto em âmbito federal quanto local.

Há diplomas legais que regulamentam a necessidade de haver ferramentas que facilitem o trânsito de pessoas com dificuldades de locomoção pelas dependências do condomínio. Contudo, não basta instalar qualquer tipo de elevador e crer que será suficiente.

Por exemplo: um edifício pequeno, com menos de dez andares, com dois apartamentos por andar, terá um fluxo de pessoas muito menor que uma torre de quase vinte pavimentos, com quatro unidades em cada uma.

Assim, é preciso escolher um modelo que realmente supra as necessidades dos condôminos. Do mesmo modo, empreendimentos de alto padrão podem contar com elevadores para autos nas garagens.

Com eles, uma vaga de garagem pode rapidamente se transformar em duas. Além disso, ele permite que carros que não são usados com frequência.

Como os de passeio, fiquem guardados até que sejam realmente necessários para os donos.

Redes de proteção em janelas

Quem vive com crianças pequenas e com animais de estimação, sabe que a altura é um importante fator causador de acidentes.

Por mais que ela não possa ser eliminada do ambiente, é possível criar obstáculos às quedas, evitando que alguém se coloque em situação de risco.

As redes de proteção são a ferramenta perfeita para tal. Confeccionadas em fibras resistentes, elas são muito eficazes para evitar quedas de janelas.

Do mesmo modo, condomínios com ambientes duplex, podem instalá-los nos vãos das escadas, junto com o corrimão, reforçando a segurança do local.

Impermeabilização das paredes

Quem vive em condomínios verticais, sabe que vazamentos e infiltrações podem se tornar verdadeiros pesadelos. Além de comprometer a higiene e favorecer o aparecimento de mofo e mau cheiro.

Ela pode causar atritos com vizinhos, já que é comum que os serviços de reparos tenham que ser feitos em outras unidades que não a afetada.

A aplicação de um impermeabilizante, é a melhor opção para evitar este tipo de problema. Trata-se de um produto, que pode ser usado em toda a construção.

Ou apenas em locais mais críticos, que impede a absorção e a passagem de água pela estrutura. Além de reduzir os riscos de vazamentos e infiltrações.

Ele torna toda a construção mais segura e estável. Além disso, a aplicação do impermeabilizante para laje não tem um custo proibitivo.

Normalmente, ele fica entre 1 e 3% do valor total do projeto. Isto o torna um investimento baixo, mas com um excelente retorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *