Lareiras ecológicas: saiba tudo sobre e tenha em sua casa

Todo mundo gosta de estar aconchegado lado de uma lareira crepitante, especialmente quando o inverno chega.

Além disso, as lareiras são frequentemente o ponto de encontro da família na sala de estar. Elas trazem calor, conforto e um ambiente romântico para casas em Alphaville e qualquer lugar do mundo.

No entanto, lareiras ornamentais em estilo de alvenaria estão sendo rapidamente substituídas por lareiras ecológicas.

Justamente porque as lareiras tradicionais podem não ser a melhor opção para sua casa. 

Afinal, elas podem liberar toxinas, diminuir a qualidade do ar e tornar sua casa menos eficiente em termos de energia. 

Além do mais, a queima da lenha têm impactos negativos ao meio ambiente, como redução de árvores, material particulado tóxico, produção de monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio, metano e compostos orgânicos voláteis (VOCs). 

Se você deseja instalar uma lareira em sua casa, mas sem os inconvenientes, considere escolher uma lareira ecológica. Afinal, as lareiras ecológicas têm um impacto ambiental mínimo e produzem menos poluição.

Saiba mais sobre os benefícios do uso de uma lareira ecológica neste post!

Menos calor desperdiçado 

Com uma lareira a lenha típica, grande parte do calor criado pelo fogo acaba saindo pela chaminé antes que ele possa aumentar a temperatura interna da sua casa. 

Uma vez que o calor escapa, o ar frio do exterior pode entrar na casa, forçando o seu forno a trabalhar muito mais para mantê-la aquecida. 

Para evitar esse problema, é possível usar uma lareira a gás natural ou propano. Isso porque ela elimina a perda de calor da chaminé do seu apartamentos no Itaim Bibi.

Vale mencionar que as lareiras a gás natural e propano não liberam a mesma quantidade de toxinas na atmosfera que uma lareira a lenha, o que significa menos fumaça e mais calor para sua casa.

Melhor qualidade do ar 

A queima de madeira libera pequenas partículas no ar que podem levar a uma série de problemas e preocupações com a saúde, incluindo problemas respiratórios. 

Essas partículas finas podem ser facilmente ingeridas ou inaladas, especialmente se você estiver acendendo um fogo em um espaço pequeno e com pouca ventilação.

Por esse motivo, isso pode ser um perigo para você e seus entes queridos quando você acende fogos em sua casa regularmente.

Assim, ao invés de queimar madeira, você pode usar uma lareira a gás natural ou propano que reduz essas emissões em até 90%.

Você também pode usar um fogão a pellets, que queima cilindros feitos com serragem compactada, reduzindo a quantidade de emissões tóxicas em sua casa. 

Com isso, sua família poderá respirar com mais facilidade e sua casa não terá partículas tóxicas que podem causar danos à sua saúde.

Mais economia 

Mudar para uma lareira verde pode ajudar você e sua família a economizar dinheiro. 

Afinal, você terá custos mais baixos, não desperdiçará tanto calor e poderá ter um calor limpo que será bombeado diretamente para sua casa quando acender uma fogueira. 

Além disso, você pode desfrutar do ambiente relaxante em sua casa sem jogar seu dinheiro pela janela. Com melhor qualidade do ar, mais eficiência energética e menos desperdício de calor, mudar para uma lareira verde pode fazer toda a diferença.

Principais de lareiras ecológicas do mercado 

De maneira geral, existem cinco categorias principais de lareiras ecológicas.São elas:

  • Etanol;
  • Elétricas;
  • Madeira morta;
  • Pellet;
  • Gás.

Confira nos tópicos a seguir mais informações sobre cada um desses tipos de lareira para ver qual melhor atende às suas necessidades.

1. Etanol 

As lareiras a etanol queimam o biocombustível (etanol), também chamado álcool etílico.

Basicamente, ele é um subproduto agrícola que – geralmente – vem do milho. Com isso, ele se torna uma queima limpa e a segunda melhor opção para lareiras ecológicas. 

Estes modelos também são fáceis de instalar em lareiras a lenha já existentes. Ou seja, só é preciso realizar uma adaptação. 

As lareiras a etanol se destacam como as mais ecológicas quando se trata de uma opção de chama mais viva.

Vale ainda mencionar que elas devem ser operadas com muito cuidado, uma vez que o etanol é extremamente inflamável. Portanto, os derramamentos precisam ser limpos imediatamente.

A instalação de uma lareira a etanol é extremamente fácil e há, ainda, versões de mesa que não requerem configuração adicional.

2. Lareiras Elétricas

Os modelos de lareiras elétricas não produzem fumaça tóxica. Além disso, não é necessário realizar a queima de combustível e 100% da energia é convertida em calor.

Por isso, as lareiras elétricas são consideradas uma das opções mais ecológicas do mercado. 

Afinal, elas praticamente não causam impacto ambiental direto e o impacto indireto é baixo na maioria das áreas. 

Isso porque elas não produzem gases de efeito estufa, não queimam combustíveis fósseis e podem ser recicladas.

3. Queima de madeira 

Vale destacar neste ponto que até a lareira tradicional, que aquece por meio da queima de madeira pode aparecer em modelos menos agressivos ao meio ambiente.

Nesse cenário, a escolha da madeira é determinante para a lareira ser considerada sustentável ou não. Vale mencionar que essa classificação ocorrerá de acordo com o nível de agressão realizada ao ambiente, direta ou indiretamente.

Assim, existem opções ecológicas de queima de madeira que começam com a escolha de lenha que é colhida localmente a partir de árvores mortas e reabastecida. 

4. Pellet 

Os fogões para lareira a pellets usam materiais feitos de serragem comprimida, casca de árvore, resíduos agrícolas e outros materiais orgânicos. 

Assim, eles produzem alta eficiência térmica e pouca poluição. Eles são diferentes das lareiras tradicionais porque são um fogão que usa pellets de biomassa para criar um calor suficiente para aquecer uma pequena casa. 

Geralmente, eles são feitos de ferro fundido e aço inoxidável. 

De maneira geral, esse tipo de lareira produz calor seco com eficiência energética. Assim, a energia das lareiras a pellets é produzida a partir de subprodutos das fábricas de madeira, de modo que a energia é criada a partir de algo que normalmente seria desperdiçado.

Outro motivo de ela ser considerada uma queima sustentável é porque os pellets não produzem fumaça. Portanto, não é necessária a instalação de ventilação externa.

Os clientes que decidem usar um aparelho de queima de madeira devem considerar aqueles que são de alta eficiência.

Nesse cenário, retrofits de lareira podem ser instalados para reduzir a poluição de fumaça de madeira em lareiras a lenha existentes. 

Assim, ao comprar utensílios de madeira, procure classificações de alta eficiência e certificação

5. Gás

Uma lareira a gás usa toras de gás para imitar uma lareira a lenha. Eles ainda queimam combustíveis fósseis (LP ou gás natural), mas têm emissões mais baixas e produzem uma temperatura mais quente do que outras opções. 

Deste modo, as lareiras a gás usam gás natural para queimar, o que é considerado mais limpo do que queimar madeira e muito mais conveniente. 

Por fim, vale destacar que esse modelo liga com apenas o toque de um botão.

Por que adaptar a lareira?

Quase todas as lareiras feitas após 1990 são muito mais eficientes em termos energéticos e mais ecologicamente corretas.

No entanto, existem modelos de lareiras ecológicas que são mais “verdes” que outras.
Deste modo, o impacto ecológico direto versus indireto deve ser levado em consideração ao escolher uma lareira.

Embora os impactos diretos de opções como lareiras a etanol ou lareiras elétricas possam parecer pequenos, as opções indiretas, como a poluição criada na fabricação, podem ser significativas. 

Por esse motivo, os clientes também devem ter em mente os aspectos de segurança envolvidos na escolha da melhor lareira ecológica do mercado, especialmente quando crianças e animais vivem em casa.

Deste modo, é essencial que as especificidades da residência, assim como as demandas do morador sejam levados em conta para garantir o bem-estar e a segurança de todos em um ambiente ainda mais confortável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *