Maneiras de manter uma obra organizada

Para manter uma obra organizada é preciso contar com o uso de vários materiais e técnicas, principalmente para aumentar a produtividade do canteiro e organizar de forma correta o trabalho de todos os colaboradores.

A escolha de materiais deve ser feita de forma minuciosa assim como a dos equipamentos, convergindo para manter a organização a todo momento.

O segredo é não deixar nenhum detalhe desandar em algum momento, usando equipamentos de qualidade, materiais corretos e com procedência.

Vamos entender nesse artigo os principais equipamentos para se manter uma obra funcionando de forma organizada e corretamente.

Guindaste

Esse é um material muito presente em obras e deve sempre ser escolhido de forma correta.

A opção mais viável é locar guindaste para que tenha sempre disponível um equipamento que responda efetivamente a demanda necessária do canteiro.

Confira alguns modelos desse equipamento para identificar qual é o melhor para atender as necessidades da sua obra.

1. Grua

Esse tipo de guindaste tem como objetivo a elevação de forma correta de objetos de pequeno médio e grande porte.

Esse modelo é muito comum em obras pois o seu alcance de elevação é extremamente alto e é um dispositivo que apresenta um ótimo rendimento para trabalhar com praticamente qualquer produto.

2. Munck

Já o munck serve para obras que necessitem de movimentação livre além do sistema de elevação.

Esse equipamento é, basicamente, um guindaste em cima de um caminhão, que tem como objetivo pegar algum equipamento ou peça, prendê-lo de forma segura para realizar o deslocamento da peça até algum outro lado da obra.

Essa movimentação feita pelo equipamento acrescenta muito para uma obra, pois entrega a facilidade de mover praticamente qualquer peça de forma fácil e rápida.

Containers

O uso desse equipamento em obras tem ficado cada vez mais comum. Seguindo o padrão dos guindastes é recomendado optar pelo aluguel de container para obra, vamos destacar alguns dos principais modelos para entender qual irá se adequar melhor a certas demandas e a vantagem de optar pela locação.

1. Container High Cube

Esse tipo de container é mais alto em relação aos demais modelos e é utilizado para sistemas de refrigeração e transporte de produtos que necessitam de algum tipo de tratamento especial.

Isso acontece devido ao seu tamanho médio ser maior, o que permite a implementação de algum sistema de refrigeração, por exemplo, sem prejudicar o aproveitamento de espaço.

2. Container Dry

Já esse container é perfeito para o transporte de produtos que não podem sofrer interferência externa.

Ele é altamente resistente às intempéries, o que o torna um produto muito mais robusto que os outros.

3. Container escritório

É exatamente um escritório dentro de um container, que tem a facilidade de ser implementado no meio da obra e servir de lugar para reuniões entre os engenheiros para que consigam se distanciar um pouco do local barulhento que é uma obra e se concentrar na avaliação correta de certos pontos.

Escolher o container correto para a sua obra dependerá muito da necessidade e demanda que o canteiro possui, mas é possível encontrar algum modelo para locação que atenda corretamente a qualquer demanda.

Materiais

Dentro de uma obra é utilizado um número incontável de materiais e insumos. Por este motivo, é preciso escolher adequadamente qual irá utilizar e também como e quando ocorrerá essa utilização para manter o canteiro de obras organizado.

A areia é normalmente adquirida como areia ensacada para responder corretamente a necessidade desse material em uma obra.

Ela é o principal insumo utilizado em uma obra, respondendo a praticamente todos os ramos e em todas as peças.

Vale destacar que existem algumas diferenças entre tipos de areia, sendo necessário uma pesquisa para se entender qual é o mais recomendado para a sua obra.

Já a argamassa é utilizada como uma cola e consta em quase toda a parte estrutural de uma obra.

Ela pode ser utilizada no seu modelo padrão, constituída de uma mistura de insumos como a areia, britas; ou em padrões únicos solicitados diretamente para o fabricante.

Em contrapartida, existe o cimento, uma opção parecida com o item do tópico anterior, mas que oferece uma reação química a mais: a modificação de sua estrutura aderente quando entra em contato com a água, sendo o principal material para ligar estruturas.

Fora esses, é possível ainda encontrar:

  • Pedras;

  • Aditivos;

  • Cal;

  • Aço.

Nesse sentido, é de responsabilidade da equipe que desenvolve o projeto dar atenção para a escolha do tipo de material que melhor irá atender as demandas do projeto em questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *