Materiais utilizados para facilitar a construção

Uma construção, independente do porte, pode envolver diferentes recursos aplicados. Isso porque, cada etapa do processo apresenta exigências distintas.

Para se ter uma ideia, em determinados casos, há a necessidade de realizar operações em grandes alturas e, comumente, o andaime é empregado como solução.

É possível encontrar diversos modelos de andaimes, que atendem a um grande número de trabalhos em reformas e construções, tanto com base no solo ou itens suspensos, como o balancim manual.

Naturalmente, é indispensável escolher o modelo mais adequado para cada finalidade, entre algumas das opções que podem ser encontradas, estão:

  • Andaime fachadeiro;
  • Andaime industrial;
  • Andaime suspenso;
  • Andaime multidirecional.

Conforme o próprio nome já indica, o modelo fachadeiro é essencialmente recomendado para reforma ou construção de fachadas. Ele é constituído por quadros verticais e horizontais, além de tela, guarda-corpo e placas base.

A segunda opção apresenta como principal característica estruturas tubulares em aço em um formato quadrado. Além disso, pode ser facilmente utilizado no interior da construção ou para a fachada.

Já o andaime suspenso, também chamado de balancim e cabos de aço, são responsáveis pela suspensão. Eles são ideais para limpezas, acabamentos e reformas.

Entre os mais usados, estão o elétrico e o manual. O elétrico conta com guinchos motorizados para efetuar a movimentação vertical, proporcionando assim uma locomoção ágil. Em contrapartida, no modelo manual, a movimentação é efetuada por meio de manivelas acionadas pelo próprio operador.

No caso do multidirecional, o andaime apresenta escadas em ziguezague e plataformas em pontos distintos na superfície vertical. Eles podem ser móveis com rodinhas, promovendo assim maior praticidade para determinadas finalidades.

Para o que serve o carrinho de mão?

O carrinho de carga, também chamado de carrinho de mão, é amplamente aplicado em obras. Trata-se de um item composto por dois puxados, uma caçamba e uma roda de carrinho de mão. É recomendado principalmente para efetuar o transporte de materiais, tais como pedras e areia.

Por esse motivo, contribui com o deslocamento mais prático desses elementos. De forma geral, os modelos de carrinhos suportam grandes quantidades e pesos de uma única vez.

Entre os tipos principais, é possível citar o carrinho com caçamba de aço, com duas rodas e a alternativa com caçamba plástica.

A primeira alternativa é recomendada para construções médias. Por ser de aço, apresenta maior capacidade de carga e resistência quando comparada a opção com caçamba plástica.

Essa segunda é considerada mais simples. No entanto, pode ser muito útil, principalmente para obras menores.

Já a opção de duas rodas, é indicado para obras médias e grandes, pois dispõe de uma caçamba funda e de aço, suportando assim alta capacidade de carga.

O uso do disco de corte

O disco de corte consiste em uma ferramenta abrasiva e pode ser confeccionado por meio de grãos abrasivos, telas de fibra de aglomerados e resinas, que constituem um produto seguro e reforçado.

Existem diversos modelos, que são aplicados em materiais variados, como o disco de corte para concreto, aço, ferro, mármores, entre outros itens.

Esses discos são solicitados levando em consideração o furo, espessura, diâmetro e o material de aplicação. Comumente são usados nas etapas iniciais, em métodos produtivos e o ideal é que sejam aplicados em um ângulo de 90°, que seja perpendicular em relação a peça que será cortada no decorrer da operação.

Os discos diamantados são aplicados em máquinas de corte elétricas, devido a sua grande resistência e rigidez, são discos indicados para o corte em porcelanato, concreto, vidro e madeira.

Quando o corte é efetuado, os grãos de diamantes são desgastados e juntamente com o material, são eliminados.

Dessa maneira, conforme ocorre o uso, a banda começa a ficar mais lisa, de forma que o disco não consegue mais cortar o material dependendo do estado ou cortará com velocidade reduzida.

Nesse caso, é preciso afiar o disco por meio de cortes em materiais duros, como bloco de cimento ou algumas pedras. Cabe lembrar que a operação deve ser sempre realizada por profissionais especializados.

Conforme pode ser observado, diferentes materiais são aplicados para facilitar os diferentes processos nas construções e, naturalmente, apresentam suas especificações.

Dessa forma, é imprescindível que os recursos mais adequados sejam identificados de acordo com os processos necessários, pois a utilização incorreta pode não só gerar grandes prejuízos como também acidentes severos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *