Os condomínios e suas complexidades

Os condomínios são locais residenciais ou comerciais que agregam uma quantidade de pessoas em um determinado espaço, geralmente, é um ambiente compartilhado.

Como os condomínios prediais, em que cada apartamento compartilha uma estrutura ao redor do prédio, ou em condomínios comerciais, em que cada loja ou escritório também gerem juntos o espaço no entorno.

Por conta disso, é preciso prestar atenção em muitos aspectos desse ambiente, sendo necessário a contratação de uma predial administradora e de um síndico profissional, ao invés de um escolhido em assembleia.

Neste sentido, os condomínios apresentam algumas características únicas e que precisam ser entendidas.

No presente artigo trataremos sobre alguns pontos sobre a gestão desse espaço, e também processos que aparecem de tempos em tempos, como a pintura dos espaços e da fachada e os modelos de áreas de lazer.

Uma gestão de condomínios eficiente

Gerir um condomínio não é uma tarefa fácil, muitos pontos devem ser levados em consideração, e em muitos casos os síndicos precisam de um grande apoio de uma administradora de condomínios em São Paulo para que tudo ocorra bem.

Isso acontece, principalmente, porque o síndico não age mais de forma solitária, ao contrário, condomínios geridos de forma qualitativa são aquelas em que o síndico faz a articulação do desejo dos moradores, com o orçamento e a administradora.

A administradora é uma empresa que auxilia o síndico nas burocracias diárias que envolvem o condomínio, já que para isto, é como se fosse uma empresa.

Alguns aspectos da gestão de condomínios são:

  • Elaborar folhas de pagamento;
  • Prestação de contas;
  • Realização de Assembleias;
  • Aprovação de construções (de semi pórtico a piscinas);
  • Gerenciamento das reservas financeiras;
  • Orientação jurídica.

Desse modo, o síndico consegue oferecer uma forma de gerir os desejos dos moradores e suas reivindicações de forma mais humana, e estabelecendo um diálogo firme, forte e que possibilita as mudanças que eles tanto querem.

O objetivo portanto de administrar um condomínio é fazer com que este sempre esteja bem cuidado, e que atenda as demandas que aparecem de forma constante e fluida, sempre no intuito de construir o melhor e o mais digno espaço.

Um dos tópicos que a administração cuida e que está atrelado a outras ações como a contratação de mao de obra terceirizada limpeza, está a pintura condominial. E abaixo falaremos com mais detalhes sobre esse processo tão importante.

As pinturas em condomínios

Uma hora ou outra é preciso pintar o prédio ou a casa de seu condomínio. E para isto é preciso que alguns procedimentos financeiros e administrativos seja observados pelo síndico e pela administradora, já que é um assunto que envolve escolha de cores, contratação de empresas e outros aspectos.

Antes e pintar é preciso verificar se a fachada ou o prédio em si não precisa ser lavado. Para isso, é preciso avaliar se o prédio está em condições que apontam para uma lavagem ou uma pinturas.

Em prédios em regiões mais movimentadas, a pintura apresenta grande fuligem por conta dos carros e a incidência do sol faz com que a umidade prolifere podendo gerar incrustações na pintura, portanto, uma nova pintura é preciso.

Em locais próximas do mar, se a tinta for de qualidade a pintura não sofre tanto, e assim, a lavagem é melhor caminho.

Assim como, a grade para piso precisa ser trocada de tempos em tempos, especialistas em manutenção de prédios apontam para uma necessidade de seis anos entre uma pintura e outra.

Para que a pintura se inicie é preciso que haja aprovação em assembleia mediante ao quórum estabelecido no regulamento do condomínio.

A contratação das empresas, cores e outros aspectos precisam sempre passar pela assembleia. E para que tudo saia de forma correta é fundamental a aprovação de um contrato que garanta a realização do serviço.

As áreas de lazer

E por fim falamos das áreas de lazer que complementam o fechamento de sacada vidro temperado ou laminado dos apartamento trazendo mais beleza e comodidade.

Essas áreas se destinam aos moradores para que possam desfrutar do espaço. Cada projeto de condomínio possui um tipo de área de lazer que podem ser mudados ou construídos de acordo com a demanda existente dos moradores.

Portanto, as áreas de lazer mais comuns são piscinas, salão de festas, churrasqueiras e academias. Assim, entendemos que para que um condomínio seja eficiente e adequado é importante uma boa gestão, a manutenção da pintura periódica e a constituição de áreas de lazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *