Segurança: instalação de proteção contra insetos

Um dos animais mais perigosos para o ser humano, por incrível que pareça, não está relacionado aos maiores vertebrados que vivem nas terras e mares. Está em pequenos insetos, que vive nos mais diferentes ambientes, seja nas matas ou nos grandes centros urbanos.

Estamos falado dos mosquitos, que transmitem diversas doenças, entre elas a zika, a dengue e a chikungunya.

No Brasil, ainda temos uma doença que havia sido erradicada, mas por mudanças climáticas e causas do desmatamento, voltou com força total demandando uma campanha de prevenção, com fornecimento de vacina para todos os estados da federação: a febre amarela.

Soluções simples evitam doenças graves

À parte a necessidade de cuidados com água parada, depósitos de lixo em locais inapropriados e fornecimento de vacinas para atender a população em geral, é possível criar sistemas de segurança que impeçam que estes insetos tenham acesso às nossas residências e espaços comuns, como centros de compras e ambientes de trabalho.

A dedetização é uma solução apropriada, mas pode ser impeditiva por diversos fatores, como custo, alergias e problemas respiratórios dos moradores.

Uma solução prática e segura, que contribui muito para que essas doenças fiquem longe dos moradores, está na instalação de uma tela contra mosquito nas janelas residenciais.

De custo baixo, a tela pode ser instalada por empresas especializadas de forma rápida e eficiente, protegendo quartos, salas e escritórios e sem prejudicar a entrada de corrente de ar ou iluminação natural.

Para os quartos de bebês e pessoas idosas, que ficam indefesos durante a noite, é uma solução ideal, evitando a entrada de pernilongos, principalmente, que podem ativar alergias na pele e causar comichão.

No entanto, não é apenas contra mosquitos que devemos temer. Tem também outros tipos de animais peçonhentos, em que é preciso colocar uma proteção.

Neste contexto, a tela contra insetos pode ser instalada para evitar a entrada de baratas, escorpiões, aranhas, mariposas e marimbondos, evitando que eles causem qualquer mal para aqueles que possam ter uma reação alérgica e até mesmo causar problemas de saúde mais sérios.

Não apenas insetos, essas telas também protegem contra cobras e ratos, que se aproveitam das frestas deixadas e se infiltram em lugares escuros e propícios, dentro das residências.

Nestes casos, a instalação de uma tela mosquiteira para porta pode ser o item ideal para proteger contra a entrada desses animais peçonhentos, que trazem doenças como a leptospirose, pelos ratos e cobras venenosas, dependendo do local ou região em que está inserida a construção.

Algumas medidas paliativas podem ser tomadas, para prevenir ainda mais o ataque desses animais. Entre os cuidados que podem ser tomados estão:

  • Uso de roupas que cobrem braços e pernas;
  • Aplicação de repelentes nos cotovelos, joelhos e pescoço;
  • Manter portas e janelas vedadas;
  • Verificar sempre a limpeza da área.

Em locais em que há o descarte de lixo e resíduos sólidos de forma inconsequente, os animais se aproveitam desses espaços para procriar.

Espaços que tem água parada também devem ser limpos, evitando vasos de plantas que acumulam em sua base, tornando-se um criadouro para mosquitos transmissores das mais diversas doenças, principalmente a dengue.

Áreas rurais também precisam de cuidados

Animais como patos e galinhas precisam de áreas separadas e, por isso, os produtores rurais constroem cercados, utilizando um alambrado rígido, impedindo a fuga dos animais para propriedades alheias, ou até mesmo a invasão de outros animais, que acabam atacando no decorrer da noite.

Apesar de estar longe das cidades, as zonas rurais precisam se precaver contra os insetos, para que eles não prejudiquem lavouras e rebanhos de animais.

Para se ter uma ideia, bois e vacas já tiveram problemas com a febre maculosa, mas com programas de governo colocados em ação, atualmente, todos são vacinados e seguem uma cartilha de cuidados, para que a produção de corte e produção de leite não sejam afetadas. Esta doença também pode atingir os humanos, provocando vermelhidão na pele, febre alta e gripe.

Assim como nos grandes centros urbanos, as casas de campo precisam contar com tela para janela, para proteger contra a entrada de insetos, como moscas e pernilongos.

Como a natureza se adapta, todo o cuidado deve ser tomado, para que os insetos não invadam as construções. Onde há  lenhas cortadas, fenos e outros ambientes que possam ser propícios para o aparecimento de animais peçonhentos, devem ser verificados, assim como o uso de vestuário apropiado, como luvas e botas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *