Quais cuidados é preciso para piso de madeira?

O piso de madeira, seja ele laminado, natural ou sob a forma de um carpete de madeira, é um material extremamente popular tanto em residências quanto em espaços comerciais. O motivo por trás disso são suas inúmeras vantagens, tais como:

  • Durabilidade;

  • Versatilidade;

  • Atemporalidade;

  • Resistência.

Contudo, ao instalar um revestimento do tipo é preciso ter em mente que, por mais que ele seja resistente, ele não é indestrutível.

A boa notícia é que, caso ele seja danificado por algum fator, é possível recuperar piso de madeira por meio de certos procedimentos, eliminando a necessidade de trocá-lo por completo.

Ainda assim, é interessante que os frequentadores do local tomem alguns cuidados com o objetivo de preservá-lo com aparência de novo por tanto tempo quanto for possível. Confira alguns deles a seguir:

  1. Evitar a incidência direta da luz do sol

Boa parte do território brasileiro conta com luz solar abundante durante praticamente todos os anos. Arquitetos afirmam que isso é excelente: a iluminação natural tem o poder tanto de gerar economia quanto de tornar todo e qualquer ambiente mais aconchegante.

O problema é que, em excesso, ela pode danificar uma série de materiais comumente usados na decoração de ambientes – inclusive a madeira.

No caso dela, a incidência direta e excessiva de luz solar pode fazer com que ela perca o brilho, ficando com aspecto de velha. Tendo em vista que o piso preço tende a ser elevado, é interessante tomar medidas para evitar que isso aconteça.

A boa notícia é que isso é relativamente simples: basta instalar cortinas nas janelas dos cômodos que recebem muita radiação solar ao longo do dia, além de certificar-se de que elas realmente estejam fechadas.

  1. Evitar o derramamento de líquidos

Líquidos em geral estão entre os principais inimigos de um piso de madeira conservado e com aparência de novo. Isso vale até mesmo para a água, que tende a prejudicar a sua aparência.

Por conta disso, evitar o derramamento de líquidos é um cuidado fundamental a se ter com pisos de madeira. Isso vale até mesmo para a limpeza: revestimentos de madeira natural devem ser higienizados apenas com vassouras e panos secos. Já os laminados admitem o uso de água, mas em pequena quantidade.

Da mesma forma, é preciso evitar a instalação deste material em cômodos “molhados”, como a cozinha e o banheiro. A boa notícia é que é possível substituí-lo pelo piso vinílico, que é resistente à água e está disponível em designs que imitam a madeira. Além disso, o piso vinílico durafloor preço é outra vantagem: ele tem um custo muito mais baixo que o da madeira.

  1. Evitar impactos fortes

Por mais resistente que a madeira seja, ela pode sucumbir a alguns fatores. Um deles são os impactos fortes, de objetos pesados: eles podem fazer com que o material fique arranhado, até mesmo deformado. Assim, é preciso ter cuidado, além de evitar arrastar móveis diretamente sobre ela.

Felizmente, caso acidentes aconteçam, é possível recuperar o piso sem trocá-lo: basta investir na aplicação de bona, como veremos mais detalhadamente a seguir.

  1. Ficar atento a sinais de umidade

Se a água pode danificar extensivamente um piso de madeira, a umidade faz o mesmo. Por conta disso, proprietários de imóveis que contem com este material instalado têm que ficar atentos a sinais de infiltrações e vazamentos: caso eles aconteçam em cômodos onde há itens de madeira, eles podem ser danificados.

No caso do piso, há alguns sinais que devem ser observados para identificar estes problemas, como o estufamento das tábuas, sua deformação e até seu apodrecimento. Quando pelo menos um deles se revelar, é preciso que um especialista faça uma avaliação da situação.

  1. Reformá-lo periodicamente

Por mais que os proprietários de um imóvel tomem cuidado com o piso de madeira, ele não é indestrutível. Por conta disso, à medida que ele é usado, é natural que ele dê sinais de desgaste.

Felizmente, quando isso acontecer, é possível recuperá-lo: basta usar a bona. Trata-se de uma resina que, quando aplicada corretamente, mascara imperfeições e faz com que o piso pareça que acabou de ser instalado.

Contudo, para que a aplicação seja bem-sucedida, é preciso tomar alguns cuidados. O primeiro deles é lixar toda a área previamente, de modo a remover resíduos de substâncias aplicadas anteriormente.

Da mesma forma, é preciso respeitar o tempo de secagem indicado pelo fabricante, para que o resultado seja o melhor possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *