Sistemas elétricos e de automação residencial

A tecnologia tem transformado a nossa relação com o nosso ambiente, e principalmente, com as nossas casas. Neste sentido, começou-se a desenvolver projetos que tornassem as casas mais inteligentes, isto é, mais integradas de forma tecnológica.

O setor responsável por isso é conhecido como domótica, ou automação residencial. Essa automação residencial consiste no uso de tecnologia para o controle de luminarias para sala, sistemas de som, e também de abertura e fechamento de portas.

No entanto, para que toda a automação residencial funcione de forma adequada e correta é preciso a instalação e desenvolvimento de um projeto elétrico residencial adequado, que liga tomadas, interruptores, luzes, portas de correr automáticas, enfim, todo o sistema.

Neste artigo abordaremos os dois elementos primordiais para as casas inteligentes, a automação residencial e os sistemas elétricos, que possibilitam o uso da tecnologia nesses ambientes, como a montagem de um quadro eletrico que distribui a energia de forma correta e segura.

Projeto elétrico residencial

Durante as nossas vidas é muito comum nos deparamos com cômodos com tomadas insuficientes, poucos interruptores, e até mesmo baixa tensão nos bocais de iluminação. Isso desfavorece um bom sistema de iluminação.

Para que então todo o sistema elétrico funcione é importante o desenvolvimento do chamado plano elétrico residencial, que tem como objetivo descrever todos os elementos necessários para que haja segurança nos sistemas elétricos como cabos eletricos, quadros de energia entre outros.

O projeto elétrico residencial consiste em uma representação gráfica das futuras instalações ou então a remodelação de todo o sistema residencial, integrando tecnologia à essas instalações.

A representação gráfica e escrita desse projeto precisa conter:

  • Os pontos de iluminação;
  • Os locais das tomadas;
  • Os pontos dos interruptores;
  • Os circuitos elétricos;
  • Os tipos de cabos e fios a serem utilizados.

Todos esses elementos são descritos após observação do local, e também de acordo com a planta da casa e do uso dos locais. É importante que uma instalação elétrica residencial sempre atenda as necessidades dos clientes.

A elaboração de um projeto elétrico residencial é fundamental para que a casa seja segura, e também sustentável, promovendo economia de todo o sistema elétrico, como também o funcionamento adequado dos aparelhos.

Importante destacar que esse tipo de projeto precisa ser elaborado por profissionais qualificados e que tenha conhecimento sobre elétrica e instalações residenciais.

Isso porque caso você queira um sistema de automação residencial é preciso que este projeto esteja atrelado ao sistema elétrico para que funcione e seja seguro.

A automação residencial

Os sistemas de automação residencial Savant consiste no uso de todas as tecnologias presente para que tarefas residenciais sejam facilitadas.

Por conta da evolução da internet a tecnologia usada para integrar as funcionalidades é a IoT conhecida como Internet das Coisas.

Assim, um sistema de automação residencial permite que os sistemas eletrônicos funcionem juntos, e estejam sob total controle do morador por meio remoto, e também que atenda aos hábitos e necessidades do morador, como a instalação de um portão automático branco na garagem.

2 vantagens da automação residencial

Existem inúmeras vantagens para a instalação de um sistema residencial, porém, falaremos sobre duas que atraem muito as pessoas.

A primeira vantagem é a segurança, isto porque estes sistemas garantem o controle remoto, portanto, consegue-se verificar sua casa mesmo longe por meio de câmaras integradas no sistema.

Também é possível o controle de acesso por meio de sensores de entrada e saída e fechaduras eletrônicas por meio de senhas ou leitura biométrica.

A segunda vantagem é a integração e a praticidade, isso porque é possível acender a luz, a lareira, e até mesmo o ar condiciona longe de casa e em qualquer lugar do mundo. Isso permite uma maior comodidade aos moradores.

O que pode ser automatizado?

Há muitos elementos que podem ser automatizados em uma casa como a automação de iluminação da casa, em que é possível programar as luzes para acender conforme for a necessidade por meio de aplicativos.

assim como o sistema de som, sendo possível distribuir música e vídeos para todos os cômodos da casa, por meio de aplicativos. e também a irrigação do jardim, que é acionada à distância.

Assim, vimos que para que uma casa inteligente ou casa smart funcione é necessário que os sistemas elétricos interagem com o sistema de automação, pois um não existe sem o outro.

Por isso, é indicado em ambos os casos o investimento em profissionais de qualidade que farão serviços de qualidade e seguros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *