A importância de planejamentos para uma obra

Para que uma obra seja segura e completa, é necessário que ela tenha um grande planejamento. Esses planejamentos são variados e são usados para compor um projeto eficiente e que, durante sua execução, tenha poucos impactos.

Um dos procedimentos que são necessários para o desenvolvimento de uma obra completa e segura é o estudo ambiental para as obras.

Além desse estudo ambiental, existem outros tipos de procedimentos e medidas que devem ser seguidos e que serão tratados ao longo deste texto para garantir uma obra eficiente e segura para todos.

Estudo ambiental para obra de construção civil

Um dos estudos que são usados para que a obra seja segura é o estudo ambiental. Esse estudo permite identificar quais são os impactos que construção trará ao meio ambiente e é conhecido como Estudo de Impacto Ambiental (EIA).

Os pontos analisados por esse estudo são os potenciais impactos causados no solo, como:

  • Possibilidade de erosão;
  • As possibilidades de assoreamento;
  • Impacto nas espécies nativas (fauna e flora);
  • Os impactos nos recursos hídricos.

Prevendo se ocorrerá qualquer um desses impactos, será possível definir qual será o melhor terreno para a construção e promover as atitudes necessárias para diminuir ou evitar esses impactos.

Esse estudo também inclui o projeto saneamento básico pois indica como o sistema de água e esgoto chegará até a obra.

Licenciamento ambiental é importante

O estudo ambiental também é obrigatório para que a obra tenha um gerenciamento seguro e receba as licenças corretas para a execução da obra. Existem três tipos de licenças durante a obra:

  1. Licença Prévia (LP), concedida na etapa de planejamento da obra;
  2. Licença de Instalação (LI), concedida na fase de execução da obra e são feitos monitoramentos constantes como o uso do poço de monitoramento, que permite o acesso ao aquífero identificando se a água subterrânea foi contaminada ou não;
  3. Licença de Operação (LO), concedida no momento da entrega.

Essas três licenças são especialmente obrigatórias para construções de indústrias e para obras de extração de matérias-prima. Em obras mais comuns é pedido apenas o Estudo de Impacto Ambiental (EIA).

Sistemas de drenagem pluvial

Uma construção é mais do que a estrutura da edificação em si, como também seu entorno. Nesse sentido, para uma obra ser completa e segura é importante a elaboração do chamado sistema de drenagem pluvial.

Esse sistema é constituído de instalações de engenharia, transporte, retenção, tratamento e a disposição final das águas das chuvas. Todo esse sistema é elaborado dentro de um projeto de drenagem pluvial.

Existem alguns tipos de drenagens pluviais como:

1. Microdrenagem: esse sistema inclui a coleta das águas superficiais e subterrâneas por meio de pequenas e médias galerias.

2. Macrodrenagem: é um sistema mais completo, que engloba a microdrenagem e recebem suporte das galerias de grande porte, contando também como caminho até os receptores de águas como rios e canais.

Os sistemas de drenagem pluvial estão interligados ao projeto de rede coletora de esgoto, pois define como será feita a coleta até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Saneamento básico para obra

O saneamento básico é um conjunto de serviços que permite que a água potável e a coleta de esgoto seja feita. O saneamento básico geralmente é feito por um poder público ou etão por uma empresa privada com concessão pública.

Uma obra precisa seguir o projeto de lei saneamento básico, que consiste na construção de sistemas para coleta do esgoto até a rede de tratamento.

Uma obra de saneamento básico engloba diversos elementos como:

  • Rede de distribuição de água;
  • Rede coletora de esgoto;
  • Estação elevatória de água e esgoto;
  • Estação pressurizadora de água.

Assim, uma obra segura é uma obra que tem um projeto de saneamento básico que leve esgoto para as estações de tratamento de esgoto e que permite que a água potável seja entregue à obra.

Com isso podemos perceber que para uma obra ter segurança e eficiência é importante que diversos projetos sejam feitos de modo que haja uma visão completa do empreendimento.

Além do mais, é preciso lembrarmos que todos esses procedimentos permitem também que o responsável da obra possa estabelecer o tempo de execução das etapas do projeto, que vão desde o preparo do terreno até a fase dos acabamentos.

Com todos esses projetos é possível realizar o desenvolvimento de uma obra segura, que não tenha tanto impacto ao meio ambiente e que traz qualidade e conforto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *