A importância da eficiência energética na iluminação

Muitas pessoas apenas se concentram na eficiência energética de sistemas de climatização e eletrodomésticos.

Isso é lógico, pois o ar condicionado pode representar 40% da conta de energia. Porém, o gasto na conta de luz também tem outro “inimigo”, a iluminação.

Portanto, é muito importante levar em consideração a eficiência energética dos sistemas de iluminação.

Além disso, uma das melhores formas de o fazer, é através da tecnologia LED, cujo consumo é quase 90% inferior ao das lâmpadas tradicionais.

O que ter em conta para conseguir eficiência energética na iluminação

Felizmente, hoje em dia, é dada grande importância à eficiência energética. Falando de uma forma mais clara, algo é considerado eficiente se alcança o resultado para o qual foi criado mas com um consumo inferior à média.

Tendo em conta isso, quando as casas são construídas, é necessário que tenham um certificado de eficiência energética para determinar o grau de consumo do imóvel tendo em vista a máxima redução de energia e aumento da sustentabilidade.

No entanto, esta eficiência não é apenas considerada ao nível do imóvel, mas também os diferentes dispositivos ou sistemas também possuem uma etiqueta ou classe energética. 

Assim, a etiqueta energética é um símbolo que indica o nível de eficiência do aparelho com base numa classificação de sete categorias.

Para que fique mais claro, os diferentes níveis são diferenciados por cores e códigos, variando do mais eficiente (um verde escuro com o classe A +++) ao de menor eficiência energética (vermelho com a letra D).

Este tipo de etiqueta é frequentemente encontrado em eletrodomésticos ou sistemas de ar condicionado, mas também em fontes de luz domésticas.

Certamente, em algum momento, você viu uma classificação de cores como a que mencionamos na caixa de uma lâmpada.

Por isso, em algo que envolve um gasto tão grande como a iluminação, o melhor é buscar a maior eficiência energética.

Embora seja verdade que este tipo de iluminação eficiente seja mais caro do que a iluminação tradicional, as grandes poupanças de energia que reportam tornam eles em um grande investimento a curto prazo.

Como a eficiência energética pode melhorar nossas vidas?

É algo bem simples: quanto mais eficiente uma coisa, menos consome e, portanto, a conta de luz é reduzida.

Quanto maior o consumo, maior o custo econômico da conta, portanto, aumentar a eficiência significa reduzir os custos de energia de sua casa.

É algo muito importante, do qual, durante esta crise, temos de ser mais conscientes, ao usarmos muito mais nossa casa, as contas de energia aumentam drasticamente. 

Aumentar a eficiência dos sistemas que mais gastam, ar condicionado e iluminação, permitirá que você economize no curto prazo.

Mas, felizmente, a diminuição do consumo também tem um grande impacto em nosso meio ambiente. Atualmente, as contas de luz mostram a quantidade de CO2 e de resíduos radioativos gerados por cada quilowatt-hora que se consome, mas a eles teremos de adicionar outros compostos poluentes.

Cada partícula de energia que economizamos contribui diretamente para melhorar nossa saúde e a do nosso planeta.

Instalação de iluminação eficiente

Portanto, é essencial substituir nossas lâmpadas incandescentes antigas por sistemas de iluminação mais eficientes. Embora representem um pequeno investimento no início, no médio prazo tem sido lucrativo.

Por serem fontes de energia luminosa podem aproveitar até 100% dela sem causar perdas de energia, vale a pena utilizá-las para economizar mais na nossa conta elétrica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *